.: Projetos da Copa vão modernizar trânsito de Natal

TRIBUNA DO NORTE – 26/nov/2009
Repórter: Guia Dantas

Vice-governador Iberê Ferreira disse que o mais importante de ser sede da Copa do Mundo é o legado que ela vai nos deixar

Os R$ 387,5 milhões, assegurados na última segunda-feira pelo Governo do Estado e Prefeitura de Natal, por meio do PAC da Mobilidade, trazem consigo a perspectiva de transformar em passado os gargalos do trânsito da capital. O Planejamento do Transporte para a Copa de 2014 em Natal conta com 16 intervenções, a serem realizadas com orçamentos que variam de R$ 75,4 milhões, como é o caso do entroncamento das avenidas Prudente de Morais com a Lima e Silva, a R$ 9,2 milhões, que é o caso da avenida Senador Salgado Filho.

O vice-governador Iberê Ferreira de Souza, em entrevista exclusiva à Tribuna do Norte, disse que serão feitos dois financiamentos, um da Prefeitura de Natal, de R$ 297,5 milhões, e o outro do Governo do Estado, orçado em R$ 90 milhões. Será de responsabilidade do Governo a execução das obras nas vias estaduais, que abrangem as modificações na avenida Engenheiro Roberto Freire, Prudente de Morais e na via de acesso ao Aeroporto Internacional de Cargas e Passageiros de São Gonçalo do Amarante. O resto ficará a cargo da Prefeitura. “O mais importante de ser sede da Copa é o legado que ela vai nos deixar. Esse será um exemplo concreto”, disse o vice-governador.

O dono do dinheiro, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) foi camarada na fixação dos juros – de apenas 6% ao ano. Além disso, o prazo para pagamento da dívida, embora esta seja substancialmente elevada, também foi generoso – 20 anos. Os dois entes públicos terão que desembolsar uma contrapartida de 5% referentes a cada investimento.

Iberê Ferreira ressaltou ainda que, passado o período de consolidação dos recursos, a fase agora é de dar andamento aos projetos executivos, para posteriores abertura de financiamento, de licitação e execução das obras. “Até junho do próximo ano esses projetos já devem estar sendo iniciados”, afirmou. É determinação da Fifa que seis meses antes da Copa do Mundo de 2014 todas as intervenções estejam necessariamente consolidadas.

O projeto que prevê as intervenções estruturais no transporte urbano da capital, com vistas à realização de parte dos jogos da Copa do Mundo de 2014, tem quatro corredores prioritários. O plano elaborado tem início no terreno onde está sendo construído o Aeroporto de São Gonçalo do Amarante e segue pelo terminal rodoviário da Cidade da Esperança, Arena das Dunas e rede hoteleira.

As modificações mais substanciais serão feitas na área onde encontra-se o chamado complexo da Urbana – o projeto prevê a demolição do prédio do órgão municipal e também de um posto de gasolina; a área que liga a avenida Roberto Freire à Via Costeira e o prologamento da avenida Prudente de Morais.

Somente com desapropriações, Estado e Prefeitura terão um gasto de R$ 35.306.398, o que corresponde a cerca de 9% do valor total dos recursos adquiridos junto ao BNDES. O complexo da Urbana detém o maior volume de valores a serem ressarcidos com desapropriações: R$ 15 milhões.

Iberê Ferreira de Souza disse ainda que a governadora Wilma de Faria aguarda o anúncio dos demais projetos, já anunciados pelo Governo Federal, para alavancar as estruturas necessárias para a realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. “Estamos aguardando o PAC Segurança, PAC Saúde e PAC Saneamento”, frisou.

Hoje de manhã, a prefeita Micarla de Sousa e o secretário de Mobilidade Urbana de Natal, Kelps Lima, realizam coletiva à imprensa para detalhar os projetos aprovados pelo BNDES e também para apresentar as ações a serem iniciadas pelo Executivo Municipal.

Projetos facilitam acesso à Arena

O objetivo principal dos 16 projetos aprovados na última segunda-feira pelos representantes do Governo Federal e BNDES é facilitar o acesso ao estádio Arena das Dunas, onde ocorrerá a Copa do Mundo de 2014, em Natal. Inserido em uma área onde se encontra um consistente gargalo do trânsito da capital, as modificações no local serão tantas que será necessária uma estratégia para não paralisar o trânsito do local por completo.

As principais vias de acesso na área onde se encontram hoje os estádios Machadão e Machadinho, o Centro Administrativo, o Papódromo e o Kartódromo serão o centro para onde todas as margens irão convergir.

Somente entre as vias da avenida Prudente de Morais serão construídos seis túneis e um viaduto, que devem convergir com as avenidas capitão Mor Gouveia, rua Raimundo Chaves e avenida Lima e Silva.

O Planejamento de Transporte para a Copa 2014 também prevê um projeto para passeios públicos e de sinalização. A ideia é melhorar as condições de tráfego dos pedestres na área do entorno da Arena das Dunas. Para isso serão feitas intervenções para facilitar a acessibilidade dos portadores de necessidades especiais e população em geral. O orçamento para tal finalidade é estimado em R$ 15 milhões.

De acordo com o vice-governador Iberê Ferreira de Souza a inclusão das obras do prolongamento da avenida Prudente de Morais no projeto foi considerada uma aquisição especial pelo Governo do Estado. “Essa obra não estava prevista para ser incluída no orçamento a ser aprovado pelo BNDES, mas nós fizemos um apelo mostrando a necessidade de sua realização e eles entenderam”, frisou Iberê.

Iberê disse ainda que o ministro do Esporte, Orlando Silva, voltou a tecer elogios ao projeto de Natal como sede da Copa do Mundo de 2014. O ministro estava presente na reunião que liberou os R$ 377 milhões para que pudessem ser desenvolvidos na capital do Rio Grande do Norte os projetos de mobilidade urbana.

O projeto contendo todas as estratégias para estruturar o trânsito de Natal no evento esportivo da Fifa foi concebido pelos secretários municipal de Mobilidade Urbana, Kelps Lima, e de infraestrutura do Estado, Dâmocles Trinta.

Orçamentos específicos e prazos para início e conclusão de cada obra devem ser firmados no projeto Executivo.

%d blogueiros gostam disto: