.: Entupimento em lagoa de tratamento causa transbordamento de esgoto na Rota do Sol

TRIBUNA DO NORTE – 4/jan/2010
Repórter: Priscilla Castro

Foto: Joana Lima

Transbordamento causou transtornos aos motoristas

Os motoristas que precisaram trafegar pela Rota do Sol na madrugada e manhã da segunda-feira (4) enfrentaram mau cheiro e água suja. Um problema na rede interna das bombas da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do bairro de Ponta Negra fez com que os efluentes da Estação começassem a transbordar para a via por volta da meia noite de ontem.

Os dois lados da pista estavam molhados e o sentido Natal/Cotovelo estava inundado. Em um trecho de cerca de dez metros da via, logo após a entrada para o bairro de Cidade Verde, os carros eram obrigador a diminuir a velocidade para poderem passar, o que aumentava a probabilidade de congestionamento, já que nessa época do ano o fluxo de veículos aumenta consideravelmente no local.

No início da tarde, as bombas ainda estavam sendo consertadas pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). “Isso não é comum, mas aconteceu e essa época do ano, que é de veraneio, vem muita gente para as pousadas de Ponta Negra, e a demanda fica maior, então o fluxo aqui na Estação aumenta. O normal é que a vazão seja de 500 mil litros por hora, estamos com mais de 600”, disse o responsável pela manutenção da ETE, Francisco Sales.

Ele explicou ainda que as chuvas que caíram sobre a cidade no último domingo nada tiveram a ver com o transbordamento. “As chuvas só fazem transbordar quando são muito fortes mesmo, senão não influenciam não”, garantiu ele. Em nota divulgada à imprensa na tarde de ontem, a assessoria de imprensa da Caern informou que o motivo para o transbordamento da ETE foi o entupimento de um dos extravasores provocado por uma sacola de lixo jogada pela população. A expectativa é de que os efluentes estejam totalmente escoados até a manhã desta terça-feira (5).

Segundo o gerente da Regional Natal Sul, Lamarcos Teixeira, a Caern mantém um profissional 24h na Estação, mas por ser uma área é muito grande, não há como impedir que alguém lance algum tipo de resíduo sólido (lixo). Ele explicou que são os extravasores que controlam o escoamento do esgoto tratado, controlando o nível da água e impedindo que haja transbordamentos. “O problema é que este saco de lixo jogado indevidamente obstruiu o ramal da lateral da lagoa, sobrecarregando o outro extravasor, que fica às margens da Rota do Sol, provocando o incidente”.

%d blogueiros gostam disto: