.: Posição de Micarla sobre espigão de Ponta Negra poderá ser surpreendente, por Thaisa Galvão

Um laudo assinado por técnicos da UFRN sobre o espigão que começou a ser construído há quase 2 anos ao lado do Morro do Careca, na praia de Ponta Negra, chegou às mãos da prefeita Micarla de Sousa, no começo da noite desta quarta-feira, levado pela promotora de Meio Ambiente, Gilka da Mata e pelo procurador Geral do Estado, Manoel Onofre Neto.

O estudo contém perspectivas da área da praia, após o espigão ser concluído. Simulações que ainda não haviam sido mostradas à população, pouco informada sobre os efeitos da obra.

Sobre o assunto, a prefeita Micarla de Sousa irá se pronunciar nesta quinta-feira. Para isso, trabalhou até quase meia noite nesta quarta, e adiou para hoje a transmissão do cargo ao vice-prefeito Paulinho Freire, que assumirá a Prefeitura enquanto a prefeita tira férias.

Micarla receberá a imprensa às 10 e meia, no salão nobre da Prefeitura, para uma entrevista coletiva. Onde ela poderá surpreender.

O tal espigão que começou a ser construído ao lado do Morro do Careca, foi feito com base em licença da Semurb, comandada à época pela arquiteta Ana Miriam Machado.

Recomendado pelo Ministério Público, o então prefeito Carlos Eduardo foi obrigado a parar a obra, apesar do projeto não estar fincado em Área de Proteção Ambiental. A obra, que começou a ser construída com base num decreto do então prefeito Carlos Eduardo, foi suspensa.

Como Carlos Eduardo não revogou o tal decreto, o projeto voltou à tona… foi aprovado pelo Conselho de Planejamento… e está prestes a ter as obras tocadas. Caso o ex-prefeito tivesse revogado o seu próprio decreto, a novela do espigão já teria terminado.

%d blogueiros gostam disto: