.: Triste fim da baía de Ponta Negra, por Bruno Ferreira

[charge de Túlio Ratto, Novo Jornal – 30/jan/2010]

A baía de Ponta Negra pode ficar como mostra a charge de Túlio Ratto (acima) se o juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública, Vírgilio Fernandes Macêdo Júnior, decidir liberar a construção de quatro edifícios nas proximidades do Morro do Careca. Ele é o responsável por analisar os pedidos de licenciamento de construções de edifícios na Vila de Ponta Negra.

O juiz deu um prazo de alguns dias para tomar sua decisão. Ao lado juiz, a promotora de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, Gilka da Mata, estiveram no canteiro de obras do empreendimento Villa del Sol, da construtora Natal Real Empreendimentos Imobiliário, em Ponta Negra.

O objetivo da inspeção, segundo o juiz, era colher informações no local que não foram repassadas no processo. O juiz e a promotora visitaram três pontos de Ponta Negra para avaliar os possíveis impactos causados pela construção dos quatro edifícios nas proximidades do Morro do Careca, um dos principais pontos turísticos da capital.

Vamos aguardar a decisão do magistrado. Mas, ninguém acredita que ele possa dar a decisão favorável às construtoras e empreiteiras que querem loterar o Morro do Careca.

%d blogueiros gostam disto: