.: Micarla proíbe espigão e empresário quer 18 milhões por prejuízo

NOVO JORNAL – 05/fev/2010
Foto: Ney Douglas

Micarla garante: a prefeitura não autorizará qualquer obra perto do Morro do Careca

Dois dias após se pronunciar a favor das licenças ambientais para construção de espigões no entorno do Morro do Careca, em Ponta Negra, a prefeita de Natal, Micarla de Sousa, recuou ontem ao suspender tanto a autorização como o alvará do empreendimento Costa Brasilis e revogar o decreto assinado em 2007 pelo então prefeito Carlos Eduardo Alves, que permitia a revisão das licenças.

A prefeita anunciou a decisão numa entrevista no Palácio Felipe Camarão, ao lado da promotora do Meio Ambiente, Gilka da Mata. Micarla disse ter sido convencida a mudar depois que tomou conhecimento pelo Ministério Público do laudo elaborado pela UFRN mostrando que construções no entorno do morro causariam dano paisagístico irreversível à área.

O diretor da empresa que ergueria o Costa Brasilis se disse estarrecido com a decisão da prefeita. E vai exigir indenização no valor de R$ 18 milhões.

%d blogueiros gostam disto: