.: Sombra na cidade do sol

NOVO JORNAL – 07/fev/2010

Repórter: Annapaula Freire
Fotos: Argemiro Lima e Wallace Araújo

Semurb pretende plantar 800 mil árvores nos próximos cinco anos

Árvores localizadas em canteiro da Avenida Salgado Filho serão preservadas

Depois de recuar na decisão de eliminar as árvores do canteiro da Avenida Salgado Filho, no trecho entre as Avenidas Alexandrino de Alencar e Bernardo Vieira, a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) elabora Plano Diretor de Arborização Urbana que prevê a implantação de 800 mil novas árvores nos próximos cinco anos na capital a partir de março, quando começa o período de chuvas.

Kalazans Bezerra: Semurb fará monitoramento das árvores plantadas

Segundo Kalazans Bezerra, titular da Semurb, a meta é plantar 100 mil espécies nativas somente neste ano. Paralelamente à elaboração do plano de arborização, ele informa que também será realizado neste semestre um inventário florístico, que irá fazer um levantamento das árvores existentes nos logradouros públicos e determinar a escolha das que serão plantadas.

A secretaria firmou contrato com a empresa Aerocarta e a UFRN, responsáveis por catalogar todas as árvores em áreas públicas da cidade e depois executar o plantio. Com a conclusão desse serviço, ele afirma que a Semurb irá fazer o monitoramento contínuo com informações disponíveis pela Internet.

“A Semurb terá uma equipe de rua fazendo o acompanhamento de todas as árvores, inclusive das novas que serão plantadas”, afirma.

Cada planta terá suas medidas, sua fotografia, sua localização e descrição disponível no site. Segundo ele, o usuário poderá fazer denúncias sobre abusos ao meio ambiente e interagir com a Semurb, indicando lugares e espécies de novas árvores a serem plantadas. Kalazans garantiu o uso de caminhões pipa para realizar a manutenção das mudas em áreas verdes, canteiros, praças e calçadas.

O site da Semurb disponibiliza para download gratuito um manual de arborização urbana. Ele orienta a população que quer contribuir com a arborização da cidade, explicando formas de plantar mudas em vias públicas de modo legal e ainda possui uma pequena mostra das árvores nativas da região. O panfleto impresso já foi enviado para escolas e comunidades interessadas.

De acordo com o secretário, em 2006, na gestão passada, a Prefeitura retirou todas as plantas da Avenida Bernardo Vieira para a construção do corredor exclusivo de ônibus. Ele afirma que, na época, não houve licença e nem compensação ambiental para realizar a obra.

“Devia ter ocorrido a plantação de novas árvores no mesmo local e em outras áreas da cidade”, disse. Na época, a promotora do Meio Ambiente, Rossana Sudário, solicitou um plano de recuperação e compensação da área degradada.

Para quitar as cobranças geradas a partir da gestão anterior e cumprir a promessa da campanha da prefeita Micarla de Sousa de arborizar a cidade, foi idealizado, ressalta o secretário, o plano de arborização. “Estamos corrigindo as coisas do passado e planejando as do futuro”, falou.

Reivindicação antiga

Rossana Sudário, promotora

Procurada pela reportagem do NOVO JORNAL, a promotora Rossana Sudário confirmou ter recebido o contrato entre a Prefeitura, a Aerocarta e a UFRN há quinze dias. Segundo ela, o acordo com a Prefeitura para a realização do inventário e do plano de arborização foi assinado ainda em 2003. A promotora teve que insistir para que a medida saisse do papel: “se eu não fizesse audiências públicas, não ia se realizar”.

Ela prometeu acompanhar o andamento do plano em audiências e discussões com a população. “Se executado de maneira adequado, vai suprir a carência de árvores em Natal. Proporcionará um melhor clima e um melhor meio urbano”, explicou.

%d blogueiros gostam disto: